sábado, 28 de janeiro de 2012

Mountain Quest 2012


Já a algum tempo que tenho um especial fascínio pela Serra do Marão, depois de uma tentativa de alcançar o cume do Marão em Novembro de 2010 onde fomos obrigados a abortar devido ao mau tempo, ficou a vontade de lá voltar.
Em 2011 voltei a Amarante mas desta vez para fazer o DBR Adventure que iria percorrer não o Marão mas sim o Alvão, foi sem duvida mais uma prova as minhas capacidades visto nunca ter feito tantos km com um acumulado de 2.500m.
Quando surgiu o convite do João Marinho para o Mountain Quest pensei, isto é sem duvida uma grande loucura, não tanto pelos Kms em si mas sim pelos 5.000m de acumulado, a isto juntar o factor frio, o pouco tempo de luz era qualquer coisa de megalómano mas la me inscrevi.
Agora só me faltava convencer alguém para alinhar comigo nesta loucura, e lá consegui convencer o amigo Paulo e o amigo César a embarcar nesta que seria a 1ª loucura do ano.
O arranque estava marcado para as 6:00 adivinhava-se uma noite de pouco descanso o que não iria ajudar muito. As 4:00 tocava o despertador, por volta das 4:30 já estávamos prontos para nos fazer-mos a estrada a caminho de Amarante, a cidade ainda dormia o movimento era quase nulo, o termómetro marcava -2 a vontade de sair do carro era pouca mas tinha que ser, lá nos preparamos e fomos para o ponto de partida, pouco a pouco lá foram chegando os bravos. O arranque deu-se por volta das 6:30, mais de 110 bravos largaram Amarante em direcção as Serras, eu e os meus companheiros saímos com o objectivo de terminar o percurso de 95km, tínhamos plena consciência que mesmo assim não iria ser fácil por isso mantivemos um ritmo tranquilo, mas as subidas teimavam e não desaparecer km após km lá íamos progredindo serra a cima, ao km 13 já contávamos com 1.000m de acumulado a coisa prometia, depois de chegar ao topo da Aboboreira foi desfrutar da descida que nos levou ate a Aldeia em Baião, aí começou a 1ª abordagem a serra do Marão, como já me estava a ressentir um pouco das paragens constantes decidi manter um ritmo certo e confortável afim de adiar o mais possível o empeno, e assim foi, fui progredindo serra acima ate que chegamos a aldeia de Ferraria onde fizemos uma pausa no Café da D. Laurinda para comer uma bifana e beber uma mini para repor todas as forças possíveis, pois dai para a frente esperava-nos a ultima e mais penosa subida ate as antenas da Serra do Marão.
Foram 10km longos, e quando digo longos é porque foram mesmo longos, demorei quase 1:30m para fazer essa subida ora a pedalar ora a penar, mas quando finalmente cheguei ao topo, toda aquela paisagem fez-me esquecer por momentos todo o sofrimentos passado, já só faltava 38km para o final fiz uma pausa, aproveitei para comer qualquer coisa e esperar um pouco para ver se chegavam os meus companheiros, depois de quase 15 minutos de espera, fiz-me novamente aos trilhos sozinho, e por incrível que pareça acabei por fazer os 38km que faltavam no mesmo tempo em que fiz a subida para as antenas 1:30, para trás ficaram 95km com um acumulado de 3.500m com uma media de 10.6km/h e um sorriso de orelha a orelha pelo feito, foi sem duvida um excelente dia de BTT e de convívio, fico a espera do próximo.






Nenhum comentário: